quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Velas para os meus mortos


Gosto de acender velas para os mortos.
Quando conto para alguém, sempre ouço de volta que não pode acender vela dentro de casa, etc e tal.
Mas acendo quase todo dia velas para os meus mortos.
Começo acendendo uma vela branca para o meu pai, uma vela amarela para minha mãe, uma vela rosa para a minha irmã Neusa , uma outra para ex namorado que morreu, para o outro ex que também já morreu , uma vela para os meus tios: Heitor, tia Luiza, tio Osvaldo, outra para a Maria costureira, para as minhas amigas Ana e Josefina estou lembrando agora eu ainda não acendi, dai acontece que é muita vela e eu acendo uma para todos aqueles que eu esqueci, que já morreram e que estão precisando de oração e de velas.
Rezo um pai nosso e uma ave Maria. Fico de olho para não pegar fogo na mesa. Quando as velas ainda não queimaram e eu tenho que ir dormir eu as colo em cima da pia.
Espero que quando eu morrer eu tenha alguém que acenda velas para mim. Já falei com a minha filha Ligia para que ela faça isso, acho que vou deixar um dinheirinho para essas despesas.
Mas eu compro velas por quilo, um quilo vem bastante vela, não chega nem a 10 reais. Mas outro dia só tinha 3 reais, fui comprar velas e a unidade é bem cara.
Melhor comprar por quilo.

Quando eu acendo as velas e faço a intenção, imagino que o meu ente querido fica fortalecido, onde quer que esteja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário